capture myself

(…)

The memory of the text (of the talk)

The memory of the usurpation

The power of conservation

The desire of the unedited

I’m strength against those strengths

I don’t even capture my self

(…)

{ see I cannot evaluate jewelry // veja Eu não sei avaliar jóias }

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *